Consumo de energia elétrica recuou 0,5% em dezembro de 2019, de acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

Data: 14/01/2020 - 17:06

Referente ao mesmo período em 2018, passando de 62,78 mil MW médios para 62,49 mil MW médios. O mercado cativo (distribuidoras) recuou 0,3% no período, de 44,84 mil MW médios para 44,72 mil MW médios, enquanto que o mercado livre foi de 0,9%, de 17,93 mil MW médios para 17,76 mil MW médios.

Nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e Sul houve a redução de 2,8% e 3,3% no consumo no mercado cativo. Já no Nordeste um aumento de 6,2% e 11,17% no Norte. No mercado livre, houve queda de 4,1% no Sudeste e de 2,7% no Nordeste, enquanto que no Norte houve a alta de 22% no Norte e de 0,9% no Sul. Entretanto, o destaque fica para o consumo de energia dos clientes que só utilizam de fontes renováveis, o crescimento foi de 14,5%, passando 3,21 mil MW médios para 3,67 mil MW médios. Por sua vez, a demanda por energia dos clientes livres convencionais caiu 2,4%, de 12,27 mil MW médios para 11,97 mil MW médios.

Os dados também mostram que a produção de energia em dezembro de 2019 ficou estável com relação ao mesmo período, em 65,874 mil MW médios. Com os reservatórios das hidrelétricas em baixa, destaque para o crescimento 71,1% na geração termelétrica, passando de 7,10 mil MW médios para 12,16 mil MW médios. Esse aumento se deve ao maior despacho das usinas a gás natural, de 186,2%, de 1,93 mil MW médios para 5,53 mil MW médios.

A geração eólica também registrou crescimento de 37,9% no mesmo período de comparação, de 5,11 mil MW médios para 7,04 mil MW médios. A produção de energia solar também teve aumento de 47,2%, para 665 MW médios. Por sua vez, influenciada pelo baixo nível dos reservatórios e pela hidrologia adversa, a geração hidrelétrica caiu 13,5%, de 53,20 mil MW médios para 46 mil MW médios. Com isso, o GSF (risco hidrológico) foi de 85,34% em dezembro de 2019.

– Fonte:ISTOÉ