Consumo do Norte e Nordeste impulsiona mercado da Energisa em agosto

Data: 25/09/2018 - 9:15

573f96b249811fc9d82cc6d601844b8fa825046b49e7a

O consumo de energia elétrica nos mercados atendidos pelas empresas do grupo Energia somou 2.490,3 GWh em agosto, crescimento de 2,7% impulsionado pelas vendas de energia nas regiões Norte e Nordeste. Considerando o fornecimento não faturado, o consumo consolidado foi 2.537,5 GWh, o que significa aumento de 4,9% na mesma base de comparação.

Os melhores aumentos do consumo cativo e livre foram registrados nas áreas de concessão da ETO (+6,8%), EBO (+6,2%), EPB (+5,3%) e ESE (+4,2%). Na concessão da ETO, na região Norte, o crescimento do consumo foi o segundo maior registrado no ano, com destaque para a demanda de energia das indústrias, que avançou 15,7% em relação ao mesmo mês do ano passado, favorecida pelos setores de fertilizantes, cimento e calcário agrícola.

A classe residencial em Tocantins também contribuiu para esse desempenho, com crescimento de 6,8% no consumo. Já no Nordeste, o consumo da classe industrial, especificamente nas concessões da EBO (+15,9%) e EPB (+11,0%), foi favorecido pelos segmentos de calçados e minerais não metálicos.

Também merece destaque, o consumo industrial na concessão da EMS, que aumentou 10,7%, beneficiado pelo ramo de alimentos, óleos vegetais e madeira. Por outro lado, as temperaturas mais amenas em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso refletiram em um menor consumo das classes residencial e comercial. Consequentemente, nessas regiões o consumo cativo e livre apresentou aumento de consumo de apenas 2,0% e 1,2%, respectivamente.

De janeiro a agosto, o consumo nos mercados cativo e livre da energia somou 20.066,5 GWh, aumento de 3,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. Considerando o fornecimento não faturado, o volume foi de 19.943,1 GWh, o que significa um aumento de 3,4%.

Fonte: UDOP