Conta de luz pode subir em média 24,42% para 223 cidades do interior e litoral de SP

Data: 21/08/2018 - 14:50

inovacao-ou-conceito-criativo-de-mao-segure-uma-lampada-com-a-calculadora_43284-718

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira três reajustes tarifários da conta de luz, todos acima de 15%. Os consumidores da Elektro, distribuidora de energia que atua em 223 cidades do interior de São Paulo, serão alvos do maior reajuste, com alta média de 24,42% na tarifa.

No caso da Energisa Paraíba, a conta vai subir 15,73%, em média. Já os consumidores da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), a alta média será de 16,94%.

O reajuste da Elektro atinge a maior parte das cidades do interior e litoral de São Paulo, além de cinco municípios do Mato Grosso do Sul, chegando a um total de 6 milhões de pessoas atendidas.

Pela decisão, o reajuste para consumidores de alta tensão, as indústrias, será de 26,75%. Os de baixa tensão, casas de pessoas físicas, comércios e escritórios, serão alvo de um aumento de 23,20%. O preço reajustado passa a ser aplicado a partir de 27 de agosto.

Na Energisa Paraíba, o reajuste será aplicado a partir de 28 de agosto, com alta de 16,75% para consumidores de alta tensão e de 15,41% para os de baixa tensão. O aumento atinge aproximadamente 3,3 milhões de habitantes em 216 municípios da Paraíba.

Na Cemar, que cobre 217 municípios e atende mais de 2,46 milhões de clientes no Maranhão, os consumidores de alta tensão terão alta de 17,86%, enquanto os de baixa tensão sofrerão reajuste de 16,77%. O aumento também passa a valer a partir de 28 de agosto.

As decisões sobre os reajustes anuais foram aprovadas por unanimidade nesta terça-feira, 21, em audiência pública realizada pela diretoria da Aneel.

Fonte: UDOP