De toda cana processada pela Bunge, 70% foi destinada à produção de etanol

Data: 15/01/2019 - 17:30

farm-439663_960_720

Durante a safra 2018/19, a Bunge Açúcar & Bioenergia destinou 70% da cana-de-açúcar colhida para a produção de etanol. Em nota, a companhia informou que esse é um volume recorde de matéria-prima destinada à fabricação do biocombustível.

Ainda segundo a Bunge, a participação da cana no etanol produzido pelas usinas da empresa é de 65%. Na temporada passada, havia sido de 62%. A rentabilidade maior do biocombustível em relação ao açúcar neste ciclo explica a prioridade dada ao etanol.

 

Fonte: UDOP