Ocorrências no SIN inviabilizam importação de energia do Uruguai, aponta ONS

Data: 26/02/2019 - 9:05

electric-cables-3726599_960_720

Desligamento de subestação e LTs da Eletrosul interrompem 25 MW de carga e impossibilitam a importação de energia do Uruguai pela Conversora de Melo. Escoamento da produção eólica da região para o SIN também é afetado

Desligamentos automáticos em pontos do sistema elétrico do Rio Grande do Sul interromperam 25 MW de carga no extremo sul do estado na madrugada desta segunda-feira, 25 de fevereiro, impossibilitando a importação de energia elétrica do Uruguai pela estação Conversora de Melo, assim como o escoamento da geração eólica da região para o SIN, também comprometido. A informação consta na última atualização do Informativo Preliminar Diário da Operação (IPDO), publicado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

O operador reportou que chuvas fortes contribuíram para a queda de seis torres da LT 525 kV Povo Novo/Marmeleiro 2, causando às 01:53 horas o desligamento da própria linha e da LT Marmeleiro 2/Santa Vitória do Palmar 2, ambas da Eletrosul. Também houve a queda de duas torres da linha 138 kV Quinta/Marmeleiro, de posse da CEEE-GT.

Segundo o ONS, a previsão de retorno da LT Quinta/Marmeleiro é para esta segunda-feira (25), enquanto que os outros empreendimentos ainda não contam com estimativa para normalização.

Na mesma publicação, foi informado o religamento às 04:03 horas da LT 525 kV Povo Novo/Nova Santa Rita, que se encontrava indisponível desde 11 de fevereiro, devido à queda de uma torre e avarias em outras três.

 

Fonte: UDOP