Programa de PCHs vai gerar investimentos de R$ 3 bi e 12 mil empregos no RS

Data: 24/08/2017 - 10:29

rsAlém de estar presente, representada pelo diretor comercial Paulo Zanim e pelo Analista Comercial da região Denilson Santos, a Vetorlog também foi uma das empresas patrocinadoras e apoiadoras do evento realizado em julho em Porto Alegre/RS.

Na oportunidade, o governo lançou o Programa Gaúcho de Incentivo às Pequenas Centrais Hidrelétricas, no qual foi apresentado o inventário de 91 projetos viáveis de licenciamento ambiental para geração de energia hídrica no Rio Grande do Sul. O potencial de investimentos é de R$ 3 bilhões. Deste valor, R$ 15 milhões serão destinados a unidades de conservação ambiental.

O programa gera 12 mil novos postos de trabalho diretos e 480 megawatts de energia elétrica, o que equivale ao abastecimento de 1,4 milhão de residências. Para viabilizar os empreendimentos, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) elaborou portaria com novos critérios e diretrizes para licenciamento, indicando estudos ambientais e procedimentos para obtenção da licença ambiental de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs).

Paulo Sérgio da Silva, presidente do Instituto Cidade Sustentável, ressaltou que com o lançamento deste programa, o cenário das PCHs muda radicalmente a partir de agora. “Conseguimos destravar mais de 92 projetos que estavam classificados como inviáveis sob o ponto de vista do licenciamento ambiental, com a previsão de mais de 3 bilhões em investimentos nos próximos anos. Esta foi a maior conquista do setor em todos os tempos no Rio Grande do Sul”.

Questionado sobre as novas diretrizes hidrológicas apontadas, ele destacou que “o setor de PCHs estava sofrendo há muito tempo com as restrições ambientais para os licenciamentos, mas com o novo mapa de diretrizes liberando ampla área para os empreendimentos, antes inviáveis, será de grande impacto positivo para o setor”.  De acordo com Paulo Sérgio, a fase agora é de definição dos projetos prioritários para avançar nas concessões das licenças,

Por fim, Paulo Sérgio avaliou o evento como um grande sucesso, com destaque para a entrega das cartas de viabilidade ambiental no Palácio Piratini, a apresentação técnica da resolução, Mapa de Diretrizes Hidrológicas e nova tabela de preços para os licenciamentos, com descontos de até 50%.

Fonte: Assessoria de Imprensa Vetorlog